Em setembro de 1986, tive o orgulho de fazer parte do grupo de 16 empresários que criou a ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software. O setor de TI basicamente não existia no Brasil. Tínhamos que superar o atraso tecnológico, criar marcos regulatórios e  combater a violação dos direitos autorais.  Fui presidente da entidade em dois mandatos (1991-1994 / 1995-1997) e sempre agradeço a confiança que recebi e recebo dos membros da ABES. Felizmente, muita coisa avançou, mas ainda temos muitas batalhas pela frente.

Nosso trabalho visa  incentivar a sociedade civil, governo, centros de pesquisas e empresas brasileiras a fim de criar um ecossistema nacional favorável à realização de negócios e de investimentos em inovação. Trabalhamos também para oferecer cada vez mais serviços que atendam às necessidades dos associados. Por isso, 2016 é um ano especial, pois a ABES acabou de completar 30 anos de existência com todo vigor e sintonizada com as tendências tecnológicas e empresariais.

Nesse clima de comemorações. foi realizada a 6ª edição da ABES SOFTWARE CONFERENCE , no dia 15 de setembro, na qual eu fui um dos palestrantes. O evento acontece no  WTC, em São Paulo, e reunião mais de 200 empresários, profissionais, representantes do governo para discutir legislação, políticas públicas, tributação, certificação, segurança, qualidade e inovações no mercado de software e serviços. A programação teve pessoas como Otávio Caixeta, Chefe de Gabinete da Secretária de Política de Informática (Sepin)do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; e Everardo Maciel, consultor tributário, professor e ex-secretário da Receita Federal.

IMG_0491

Apresentei a primeira versão de  um estudo,  realizado pela entidade em parceria com a empresa Neoway, que traz dados que permitem traçar um panorama do Tecido Empresarial do Setor de TI, com informações do IBGE, do RAIS e da Receita Federal. Essa conferência vem ganhando mais força e representatividade ano a ano. Quero ressaltar a importância da unidade setorial para fortalecer o reconhecimento do setor de TI como fundamental para o crescimento social e econômico de nosso país, sendo que eventos como esse geram oportunidades e muito network. E, caso você não tenha participado, já o convido para a próxima edição em 2017. Para acompanhar tudo o que aconteceu nesse baita evento, tem a cobertura completa no portal da ABES.

IMG_0521